• cezarbraz46

Classificação Vocal

Atualizado: Jun 19



Classificação e extensão vocal


No canto, podemos classificar as vozes em categorias diferentes de acordo com a extensão de notas que conseguimos emitir, ou seja, até onde conseguimos alcançar do mais grave até o mais agudo. Essa extensão de notas que conseguimos cantar pode ser chamada de classificação vocal, ou também de extensão vocal.

Cada pessoa tem uma extensão vocal, e isso depende de fatores como: dimensões da laringe e das pregas vocais (laringes e pregas vocais menores emitem notas que são mais agudas, enquanto laringes e pregas vocais maiores emitem notas mais graves).

Mas não se preocupe, para medir sua classificação vocal, não é preciso medir o tamanho de sua laringe. Basta realizar um simples teste para ver onde sua voz se encaixa.

Existem basicamente seis classificações vocais que, convencionalmente, foram divididas entre vozes masculinas e vozes femininas.

  • Classificações vocais masculinas: Tenor (voz mais aguda), Barítono (voz entre Tenor e Baixo) e Baixo (voz mais grave).

  • Classificações vocais femininas: Soprano (voz mais aguda), Mezzo-soprano (mezzo significa meio então é a voz entre soprano e contralto)  e Contralto (voz mais grave).

Obs: existem ainda outras classificação intermediárias, como 1º tenor, 2º tenor, etc. mas essas seis classificações acima são as mais básicas e comuns. Já é possível saber com boa precisão qual a sua extensão vocal considerando essas 6 categorias.

Podemos classificar as vozes dentro das categorias através de testes utilizando um instrumento musical para nos auxiliar. O instrumento indicado para estes testes é um teclado ou piano. Não importa o tamanho do teclado, se você pegar o dó central desse teclado (ou seja, o dó localizado bem na metade do teclado), esse será o C3 (dó 3). Caso você não saiba o nome das notas nesse instrumento, veja esse artigo. O número significa a oitava utilizada. Se quisermos tocar o dó localizado uma oitava abaixo do C3, teremos o C2, e assim por diante. Da mesma forma, uma oitava acima do C3 é o C4. Essa lógica serve para todas as notas.

Obs: a notação americana utiliza C4 como dó central. Nesse caso, estaremos utilizando C3, o que significa que a primeira oitava é o C0, não C1 como na notação americana.

Se você localizou o C3, a próxima tecla branca será o D3, depois o E3 e assim por diante.

Um dos testes que pode ser feito então é tocar as notas do piano e ao mesmo tempo cantar essas notas que estão sendo tocadas (pode-se fazer o som da letra “U” por exemplo). A lógica do teste é a seguinte: a região em que você se sentir mais confortável no momento de cantar, ou seja, não sentiu que teve que fazer muito esforço, sua voz não engasgou nem falhou e as veias do pescoço não ficaram aparentes, é a região em que sua voz se enquadra.

Em outras palavras, uma extensão vocal será definida como o intervalo que você consegue cantar sem dificuldades. Por exemplo, se você conseguir imitar/reproduzir o mesmo som das notas A1 até A3 sem dificuldades, significa que sua extensão vocal é barítono.


Fonte: https://www.descomplicandoamusica.com/classificacao-e-extensao-vocal/#:~:text=Classifica%C3%A7%C3%B5es%20vocais%20masculinas%3A%20Tenor%20(voz,Contralto%20(voz%20mais%20grave).

0 visualização

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Fechado durante o período de quarentena, apenas atendimento online.

ENDEREÇO

Rua Floriano Peixoto, nº 1758 - Centro - Franca-SP

CEP 14400-760

CONTATO

(16)   3402-1993

(16) 99277-2758 (WhatsApp)

contato@vivarte.mus.br

  • Facebook quadrado preto
  • Twitter Black Praça
  • YouTube Quadrado Preto
  • LinkedIn Quadrado Preto
  • Instagram Quadrado Preto